Câmara de Vereadores realiza primeira sessão do novo Legislativo

Na noite desta segunda-feira, 15, foi realizada as primeiras sessões solenes e ordinárias de início dos trabalhos da nova Câmara de Vereadores de Capim Grosso.  Na oportunidade foi aberto o processo de escolha das comissões. 

Além dos vereadores estiveram presentes o Prefeito Sivaldo Rios, o vice-prefeito Frank Neto, Secretário de Finanças, Humberto Araújo e o Secretário de Administração Geral, Ed Carlos Neto. 

edilJEFERSONO Presidente da Câmara, Jefferson Ferreira, disse que o ano é de desafios, sendo o vereador o mais procurado para solucionar problemas, um trabalho que não parou em nenhum momento. Explicou que por conta da pandemia as sessões estão restritas à presença de público.  “Estamos com o mandato sempre no discurso da independência dos poderes, mas, sempre trabalhando em parceria para buscar políticas públicas verdadeiras para melhorar a qualidade de vida das pessoas, ajudar a desenvolver mais a cidade, onde não existe sucesso sem trabalho” adiantou. “Nós precisamos buscar cada dia mais a melhoria e é para isso que cada vereador está aqui presente”. “Um único Projeto de Lei que apresentamos nessa noite, que seja alterada o nome da Avenida ACM para o nome de Cesiano Carlos do Nascimento, uma pessoa muito honrosa e que merece, nasceu em 1947 e com 16 anos foi estudar em Jacobina, e o curso de Técnico em Contabilidade do Colégio CENEC o trouxe de volta,  se formou e depois presidiu aquela instituição por uma década”, explicou. Jefferson disse ainda que em 1998 teve a honra de encenar em uma peça teatral, Cesiano Carlos do Nascimento, Presidente do CENEC e que o ex-prefeito representa muita cosia pelo município, onde trabalhou trazendo emprego e renda e encerrou seu ciclo na terra em 2020. “Queremos prestar essa homenagem póstuma e que seja feito um busto na Praça Zózimo Amâncio de Araújo, para ter a figura representada no município.

 

edilVAL

O Vereador Val de Pedrinho falou sobre o pedido de construção de mais duas salas do Posto médico do Bairro Sacramento e também a limpeza da Travessa Titino, onde há muito declive e quando chove faz muitas valetas e a população está reclamando. Também pediu reabertura do Campo do Gado sendo também uma cobrança do homem do campo.

 

 

edilLUCASO edil Lucas Maciel relatou sobre o retorno das sessões que será uma continuidade dos trabalhos da Casa. comentou sobre o pedido de reabertura do Campo do Gado, onde em outros lugares funciona bem, sendo um pedido da pessoas. O agronegócio sustenta o Brasil, através do homem do campo e a economia também é fortalecida. Informou que desde o dia 16 de novembro vem trabalhando no social e na área da saúde, estando no gabinete do seu Deputado cobrando melhorias e mesmo com a pandemia, com o governador tendo suspendido os atendimentos laboratoriais vem pedindo para que se recomesse esse atendimento.  Disse ainda que vem buscando força através do Governo do   Estado e dos deputados. “A presença dos membros do Executivo é importante e tudo que é feito na Casa é pedido para o povo, na tribuna e na prefeitura, cada vereador representa uma classe do povo capimgrossoense e tudo isso que é trabalhado é a vos do povo”, explicou. Pediu aos representantes do Executivo que não achem os vereadores chatos, pois os pedidos é para atender a população. Falou que os poderes são independentes, mas, o Legislativo não consegue se o Executivo não dar as mãos e não tiver as parcerias para que possam ser a voz do povo. “Capim Grosso não é mais uma cidade pequena como há 20 anos atrás, está em um crescimento muito grande”, disse.  Explicou que o Poder Público é quem representa o povo, é uma responsabilidade muito grande e com confiança na capacidade técnica do Executivo e dos vereadores, irão colocar Capim Grosso onde merece.

edil ALEXO vice-presidente da Casa, Alex da Metalúrgica, afirmou que a população os colocou porque sabe que podem fazer algo pelo município. Agradeceu a família Pinheiro em especial a ex prefeita Dra Lydia, também aos bairros e povoados que o fizeram vereador, a exemplo de Pedras Altas, Melancias, Peixe e Caiçara. Disse que vai dar ao máximo, pois tem vontade de fazer algo para melhorar as condições de vida da população. Disse que sabe do seu potencial e que precisa fiscalizar, criar, leis e não tem dúvida que acertaram na escolha do atual prefeito Sivaldo Rios, pela dedicação, porém, mesmo sendo parceiros, irá cobrar melhorias.  Fez uma indicação junto ao vereador Val de Pedrinho, sobre a reabertura do Posto de Saúde do Bairro Sacramento e a implantação das salas para dentista e esterilização. 

 

edilSAMOELO parlamentar Samoel Moto Taxi, disse que toda sessão de início é bom pela presença do prefeito e dos secretários, pedindo que eles apareçam mais vezes. Cobrou ao prefeito que termine de completar a praça do Bairro São Luiz nas margens do asfalto, pois, na chuva a lama irá para o calçamento. “A rua que dá acesso ao Planalto, Avenida Vila Nova, os responsáveis pela fiscalização, a empresa não colocou meio fio e rebocou e desenhou com a colher, eu fui lá, é uma vergonha, tem meio fio jogado no chão e não vamos aceitar isso no município de empresa fazer porcaria e ir embora, nós vamos cobrar, fiscalizar e denunciar e a prefeitura tem obrigação de notificar a empresa”, pediu que a empresa seja notificada. “Temos um problema na rua Angelita Queiros, começou errado, ou coloca as máquinas ou na chuva as ruas vão virar mar”, adiantou. “Quando falamos alguns acham que a oposição só fala para criticar, estamos aqui para ajudar resolver os problemas, criamos nossos filhos na cidade e queremos que as coisas deem certo, mas se tiver errado, vamos denunciar”, afirmou. Também disse que todos viram que o gerador da UPA estava errado, chegou um novo, “mas tivemos que buzinar”, completou. Indicou que irá apoiar o que estiver certo, que o dinheiro público seja aplicado de forma correta. Pediu que a empresa seja notificada. “Que venha o hospital que foi campanha de todo mundo, estamos cansados de vereador levar gente para fazer cirurgia fora, tive dois filhos fora por falta de oportunidade deles nascerem aqui, a gente quer o bem para a nossa cidade”, finalizou.

 

ediljo

Jó Queiroz falou sobre a fedentina nas Ruas Castro Alves e Teodoro. Também cobrou em relação a Coelba que melhore o fornecimento de energia. Pediu requerimento verbal sobre a necessidade de um corrimão na nova praça do Bairro São Luiz, por onde passa grande movimento de carros e as pessoas ficam até tarde no local além da presença de crianças.

 

 

edil KALO Vereador Kal falou sobre os requerimento de sua autoria que pede a colocação de água e luz elétrica nos cemitérios de Pedras Altas e Peixe.  Relatou que outro problema sério será esgoto ir para o Rio do Peixe, assim atingindo cerca de 60 famílias. “Quando não for nas verduraa e frutas, será na pesca, pessoas estão se recusando a comprar”, completou. “Eu sou oposição, não vou perseguir gestão, se andar bem, o município vai andar”, esclareceu. Sobre a praça do Bairro São Luiz se trata de um projeto de terceira ou quart categoria, “quando chove a gente já sabe como é, com muita água que represa ali e a lama vai deixar muito feia”, comentou. “Estarei sempre cobrando e reconhecendo quando as coisas acontecerem”, disse.  “A Câmara não pode ser uma cozinha da prefeitura, como disse o vereador Nanal, precisa ter a parceria, com independência”. Fiquei feliz com o projeto dos vereadores sobre o curral e acredito ser importante para a comercialização de caprinos, ovinos e bovinos”.  Informou ter ido até a garagem da prefeitura para fiscalização e que será preciso passar a patrol em muitas estradas vicinais do município.

 

edilNANALO edil Nanal Vilas Boas disse ser mais um ciclo de iniciação de mais uma gestão pública, com o com o direito legal de poder fiscalizar e acima de tudo discutir políticas públicas, sendo importante ressaltar que a Câmara por questões de vícios culturais da política tem sido uma extensão do Poder Executivo. “Se a Câmara não for independente não funciona’, disse.  Relatou que o Poder Executivo não pode ficar na totalidade de um antro de um município, “por isso existe o Poder Legislativo”.  “É uma vergonha pública à vista de Capim Grosso no Monumento e esperamos correção”, reclamou. Disse ainda que apresentou proposições e indicações para castração de animais e contratação de veterinários. “A prefeitura chega a pagar com contração de advogados, 477 mil reais por ano e não tínhamos um veterinário para atenderem os animais da população de baixa renda”, informou. Relatou que o problema a cada dia que passa se alastra e Capim Grosso não tomou providências. “Um grupo com ajuda do comércio legal, castrou animais fêmeas”, explicou. Apresentou um anexo ao Plano Municipal em Defesa dos Animais, com envolvimento das secretarias e departamentos nessa política pública. “O problema ainda cabe a curto e médio prazo, se a gestão não tomar as devidas providências concernente nos próximos quatro anos enfrentará o problema que não é grande, basta ter vontade política e consciência de causa, estou disposto com um grupo de protetores a discutir a proposta para que possamos viabilizar o plano”, propôs.

 

edilARIVELTONArivelton Mota iniciou falando que a presença dos secretários na sessão é importante. Em relação aos trabalhos disse ter sido muito cobrado em relação a água da Embasa em Mata do Estado e sempre liga para o Diretor da instituição cobrando as melhorias, completando sete dias sem cair água. “Outro problema é sobre a iluminação”, lembrou. Em Água Nova cobrou a realização de capina e já esteve com o secretario onde apontou pontos críticos. Sobre os carros pipas a demora é muito grande sendo que o povo da zona rural mais cobra é estrada e água. Explicou que depois da chuva a estrada abriu muitas varetas, sendo compreensível, pois, o trabalho está sendo feito, e o papel do vereador está acontecendo. “O povoado de Caiçara tem problema no esgoto que já vem desde o ano passado e está sendo cobrado, com o secretário sabendo da situação”, cobrou. Falou ainda que no ano passado, após as eleições, um vereador eleito foi em uma rua calçada e pediu para fazer um quebra-molas, “que se passar um caminhão fica enganchado, não foi feito pela prefeitura e está horrível”, concluiu. 

 

edilGILBERTOGilberto Alves disse que o momento é de agradecimento, pedindo a Deus sabedoria para conduzir mais um mandato. Na oportunidade solicitou ao prefeito que seja feita pavimentação na entrada do povoado do Peixe para dá uma nova cara. Pediu a abertura da feira-livre que é o que o povo vem pedindo, vendo os o sofrimento, necessitando a gestão e o comitê resolver, pois o comércio está aberto com todos usando a máscara e álcool em gel. “Sei que é difícil, mas, cidades vizinhas já retornaram a feita livre”, explicou. Os camelôs de Capim Grosso chegam para trabalhar fora, não entram por conta que Capim Grosso também não recebe os de fora”, lamentou. Agradeceu ao secretário Antonio Martinho que esteve no açude do peixe e fez uma rampa para que o caminhão pipa possa abastecer a região.

 

edil NEYProfessor Ney no uso da tribuna alertou sobre a preocupação com o futuro do município, se vive momentos difíceis, nunca enfrentado por essa geração, e o que a sociedade quer é que vá para o enfrentamento, que os problemas são sérios e gravíssimos, com a pobreza e a miséria na região e no país só aumentando. “Um desgoverno federal que parece não se importar com o que está diante dos seus olhos, mais de 40 milhões de pessoas na miséria e o presidente vem falar em armas. “Não é isso que queremos para o país”. “Precisamos pensar localmente, não podemos esperar pelos Governos Federal ou estadual, sei que os recursos são poucos, precisamos ir atrás de deputados e senadores, para vir recurso para a cidade e tratar desse problema sério”. Disse ainda que durante esse o recesso, pós a eleição, a procura pelo vereador é muito grande, as pessoas estão cada vez mais carentes e recorrem ao vereador, “e a gente faz como cristão de ajudar ao próximo e cada um faz o seu papel, paralelo a isso pensamos como vai o nosso comercio sair dessa crise? ”, indagou. Parabenizou o prefeito por ter recriado a Secretaria de Comercio, Indústria e Planejamento, para pensar como esse comércio vai sair disso, “gerar emprego nesse momento será difícil, mas vamos preservar o que temos e buscar outros”, completou. Pediu união na Casa e que as pessoas querem ver debates importantes. Colocou o mandato a disposição da população para colaborar no desenvolvimento do município.

 

edil NENTITININHO

Nem de Titininho iniciou falando que o prefeito Sivaldo desempregou mais de 100 pessoas e em nome do Bairro Sacramento pediu a abertura do Posto de Saúde que “foi fechado para reformar e até hoje nunca foi aberto”. Reclamou que está precisando de esgoto sanitário que nãos seja obra de canudinhos e sim manilhas, pois a cidade está atrasada com isso e um funcionário da prefeitura segura barra de ferro todos os dias para desentupir o esgoto. “Capim Grosso precisa de capina e que todos possam trabalhar juntos”, concluiu.

 

 

edilBRUNOBruno Vitor disse confiar na palavra do Prefeito Sivaldo e orgulho de já ter sido parceiro do vice-prefeito, Frank Neto, na Câmara de Vereadores.  Sempre teve orgulho do Legislativo pela qualidade dos edis. Parabenizou a escolha dos secretários. Informou que esteve na secretária de saúde, feliz pelo conhecimento dela e informou sobre a volta dos postos de saúde satélite, que no Bairro São Luiz teve um no último mandato do prefeito Sivaldo. Em relação aos postos de saúde de Planalto e Pedras Altas para se tornarem postos 24 horas. Isso está no planejamento da secretária de saúde e ela está indo comigo visitar Mandassaia e  Camboeiro. Pediu ao prefeito um odontomédico que vai levar atendimento as pessoas que não podem vir até o Ceo. Pediu a volta da prefeitura itinerante. Agradeceu ao prefeito pela continuação dos veículos que transportam pacientes de emergência e hemodiálise. “Eu não me canso de falar, de Feira a Juazeiro, a melhor cidade da área de saúde. Disse que alguns vereadores precisam parar com essa demagogia e se apegar a coisas pequenas. “Assim como a Praça São Luiz, uma busca do vereador Bruno junto a outros vereadores, precisa de reparo sim, mas tenho certeza que o prefeito Sivaldo não vai receber sem antes fazer um reparo, assim como o gerador que estava com defeito e já passou, já tem um novo, todas as vezes que faltou energia o gerador foi ligado, é uma máquina, e máquina da defeito, mas tinha um gerador. Precisamos valorizar e aprender a parabenizar e falar das cosias positivas da cidade”, concluiu.

 

frankO Vice-Prefeito Frank Neto participou da primeira sessão ordinária do novo Legislativo de Capim Grosso e falou que tem certeza que os vereadores farão mandatos de excelência. Parabenizou ao prefeito que já é tido como homem de palavra na cidade, por manter a confiança, “tive o privilégio de ouvir da grande maioria da população a certificação que confiava na palavra e na forma de governar e que nunca perca a confiança da população e ser mais um mandato de bons frutos”, disse. “Para que o mandato do vereador seja bom é necessária uma boa gestão, eu tive um mandato positivo na sombra de um gestor positivo”, completou. “Que possamos a cada dia cresce e desenvolver, ver essa cidade grande como está nos sonhos dos capimgrossenses.

 

 

ASCOM Câmara de Vereadores de Capim Grosso