Vereadores falam sobre o 3º encontro Nacional de Parlamentares Municipalistas

O Presidente Bruno Vitor, falou sobre o 3º Encontro Nacional de Parlamentares Municipalistas, realizado pela União dos Vereadores da Bahia (UVB), em Serrinha, com a presença dos senadores Ângelo Coronel e Otto Alencar: “Ouvimos atentamente as mensagens dos parlamentares, que fortaleceu ainda mais a classe dos vereadores. Isso é muito importante porque, mais fortalecidos, podemos buscar mais benefícios para a população. Como exemplo, temos a Policlínica que será inaugurada esta semana em Jacobina. Antes dos vereadores da região se unirem, ela seria construída em Senhor do Bonfim, mas lutamos juntos para oferecer mais saúde”.

O edil falou sobre a Indicação Nº 44, que pede a viabilização do auxílio financeiro para custear parte das despesas como deslocamento, hospedagem e alimentação, assegurando a permanência dos estudantes de graduação em instituições de ensino superior públicas, em situação de vulnerabilidade socioeconômica: “Essa proposta tem como finalidade minimizar a desigualdade social e contribuir para a formação dos estudantes carentes do nosso município”.

Bruno recebeu um abaixo-assinado dos moradores da Rua Caiçara, que pedem a colocação de novos canos para a rede de esgoto.

Sobre os direitos dos funcionários públicos, comentou: “Eu e os colegas vereadores, vamos nos reunir com a prefeita, afinal vocês não estão aqui para ficar ouvindo conversa bonita e dizer que não estão cumprindo com o prometido, vocês já sabem. É nossa obrigação ir buscar uma solução para vocês”. Além disso, informou que sentará com todas as categorias de servidores.

 

 

O Vereador Jó Queiroz, parabenizou todas as fanfarras que participaram do Desfile de Sete de Setembro, e também a seleção de Capim Grosso, que empatou, mas que ainda tem chance de classificação.

O edil falou de sua visita na Zonar Rural: “Estive na Várzea Suja e Pegadas onde fui cobrado por alguns moradores referente ao patrolamento de estradas. Já estive o Frank solicitando o serviço. Com essa chuva, não há possibilidade de passar máquina na estrada”. Também disse sobre a importância dos carros de linha continuarem com suas viagens e que estará ao lado dos funcionários públicos.

O Vereador Jamber Dantas, falou das falsas notícias que circularam nas redes sociais sobre a posição contrária dos vereadores em relação aos funcionários públicos e até mesmo a APLB: “Eu concordo com a fala de Miguel, essa Câmara aprovou projetos que infelizmente acabaram não sendo dos sancionados. Mas esta casa fez seu papel. Acredito que todos os meus colegas vereadores jamais fariam algo que não fosse beneficiar os funcionários. Quero tranquilizar a todos e dizer que o projeto enviado a esta casa ainda não passou pelas comissões, que inclusive faço parte”.

O edil falou da Indicação Nº 042, que sugere a oferta para os motoristas de ambulâncias e de veículos que transportem pacientes do município de Capim Grosso, para outras localidades, a realização de curso de qualificação em “PRIMEIROS SOCORROS PARA CONDUTORES DE AMBULÂNCIA”: “Semana passada me deparei com uma situação em Salvador e fiquei muito preocupado, afinal vidas podem ser salvas”.

Também falou sobre a inauguração da Policlínica em Jacobina: “Nós vereadores sempre fomos contra a construção dessa clínica em Senhor do Bonfim, foram inúmeras reuniões expondo e lutando por mais essa conquista”.

 

 

O Vereador Antonio Martinho, falou da alegria de ser convidado para participar da inauguração da Policlínica em Jacobina: “É uma revolução para todos, na área da saúde, que irá diminuir o cansaço das viagens para os grandes centros”.

O edil informou que participou de uma audiência pública, com os moradores da comunidade do Rio do Peixe junto com o Ministério Público: “Foi uma das audiências mais importantes que já participei. A gestão municipal rebaixou o açude e a promotora perguntou onde estava a autorização, bem como o projeto”.

Sobre o direito dos funcionários públicos, comentou: “Sei da sensibilidade da Prefeita Lydia, mas neste momento ela foi com contagiada por pessoas com más intenções e aquilo que ela tinha sumido para cumprir com o funcionário público, parou. Espero que ela repense essa decisão”.

Em relação aos ataques a ovelhas e cabras, disse estar à disposição para colaborar para diminuir a tragédia que vem ocorrendo na Zona Rural.

 

 

O Vereador Gilberto Alves, pediu mais atenção com as estradas da Zona Rural: “Principalmente na região da Fazenda Camboeiro, Volta e Barro Vermelho”.

O edil parabenizou a fanfarra do Povoado do Peixe, pela apresentação no Desfile de Sete de Setembro: “Mais uma vez vocês foram brilhantes”.

Também informou que jamais analisaria um projeto sem consultar a classe: “Já estou em meu segundo mandato, um mandato com muita responsabilidade”.

                          

 

 

O Vereador Samoel Ferreira, também falou sobre os ataques na Zona Rural: “Nosso município tem que dar um pulo na frente e tomar algumas atitudes. Precisamos achar uma saída”.

Sobre os funcionários públicos, comentou: “Desde meu primeiro mandato estou ao lado deles. O ex-líder da bancada e atual vice-prefeito, dizia que se o município passasse para 1.6, o problema acabava, mas passamos e vocês continuam na luta pelo direito a insalubridade e periculosidade, uma coisa tão simples, que são direitos adquiridos. A própria gestão mando o projeto para ser votado, por que não pagar? Poucos tem coragem de falar, mas eu vou falar. É melhor pagar em 2020 porque é ano político”.

E disse ainda: “Sempre há uma brecha para contornar a situação e inventar uma história. Mas é notório e vergonhoso o Projeto 211 que enviaram para esta casa. Do qual cria novos cargos para a secretaria de educação. Então não vem com argumentos que não tem dinheiro para pagar. Não paga porque não quer”, finalizou.

 

 

O Vereador Jefferson Ferreira, falou da inauguração do novo refeitório da UPA: “Uma reivindicação antiga daqueles servidores e com certeza vai melhorar a atividade funcional e valorizar ainda mais os colaboradores”.

O edil lembrou da luta para construção da Policlínica na microrregião: “Inicialmente seria em Capim Grosso, mas por não cumprir alguns requisitos naquela oportunidade, entendemos que a Policlínica poderia ir aqui para Jacobina, invés de Senhor do Bonfim. Foi uma luta dos vereadores de toda a região, e para nossa surpresa o governador anunciou a construção da Policlínica no município de Jacobina, que será inaugurada na próxima quinta, dando mais dignidade ao povo de Capim Grosso e para todo o povo da Bahia”.

Sobre a valorização profissional, disse: “Tenho apresentando projetos que tem como principal objetivo melhorar a vida dos Servidores e sempre coloquei meu mandato a disposição de todos. Estamos abertos ao diálogo, como já fizemos com os ACS E com a Guarda Municipal, não será diferente com os demais setores. É necessário criar uma comissão e retomar o diálogo, pois o próprio Miguel falou que o diálogo estava evoluindo, inclusive algumas solicitações já foram atendidas”.

Quanto o Projeto de Lei 211, comentou: “Será discutido com a comissão da casa Legislativa e a categoria forma uma comissão para expor as reivindicações. Também ouviremos o Secretário de Educação para entender o objetivo do projeto”, finalizou.

 

 

O Vereador Nanal Vilas Boas, falou sobre a Indicação Nº 043, que pede a reforma da capela do Cemitério Manoel Maciel de Souza: “Devido as chuvas, o forro está danificado”.

O edil também informou que esteve com o Secretário Executivo do Território da Bacia do Jacuípe, e entregou o oficio redigido e assinado por todos os vereadores, para tratar sobre os ataques de cães na Zona Rural: “Pedi atenção do Secretário, pois ele também é criador de ovelhas na cidade de Capela. Além de ser bem recebido, ele elogiou o ato da Câmara de Capim Grosso”.

Sobre os funcionários públicos, disse: “Em outra sessão falei do desprezo da gestora atual com os funcionários. Essa luta começou desde 2007, com a fundação do Sindicato dos Servidores, que não possui lado político. Mas chegamos em um determinado momento, em que percebemos que a gestão pública do município usou de estratégia duramente todo esse período para prorrogar as negociações. E hoje diz não tem como arcar com os acordos compromissados com vocês. E para completar, manda o Sindicato entrar na justiça, mas sabemos da lentidão do Poder Judiciário brasileiro”. Ainda disse: “Mesmo com o pagamento de aproximadamente 400 mil, para advogados, a gestão não consegue fazer apreciação devida. Falta profissionalismo. A gestão do município perdeu a empatia de se colocar no lugar dos funcionários que fazem a máquina pública funcionar, achando que todos vocês são palhaços num circo com lonas fechadas para que o público não tenha acesso. O mentor do Plano de Cargos e Salários, Vero Matos, que trabalhou na gestão de Sivaldo, se dispôs a reproduzir um relatório, apontando o percentual que a gestão pode e deve dar. Mas a Secretaria de Finanças sempre se negou a atende-lo. Realmente é lastimável entender que durante este período todos vocês ficaram a ver navios. O Poder Executivo tem que mostrar mais sensibilidade, principalmente com os funcionários”, finalizou.

 

 

O Vereador Arivelton Mota, falou que todas as decisões tomadas na Câmara, são importantes para o futuro de Capim Grosso: “Podem ter certeza, que todos os projetos que chegam aqui, são analisados pelas comissões”. Sobre o projeto enviado ela Secretaria de Educação, falou que sentará com Ed Carlos para discutir sobre os principais pontos da lei.

O edil agradeceu, em nome dos moradores da Rua Nova, do Povoado de Caiçara, a Embasa de Capim Grosso por ter atendido a solicitação para extensão da rede de água: “Hoje teve início as escavações, são mais de 200 m de cano de rede que vai ser instalado naquela rua. Também não poderia deixar de agradecer a parceria da prefeitura, que gentilmente cedeu a retroescavadeira para adiantar o serviço. Obrigado mais uma vez Doutora Lydia por atender o povo de Caiçara”, finalizou.

 

 

 

ASCOM CMV