Vereadores comentam sobre fatos relevantes da semana

Na sessão da última segunda-feira, 05, como de praxe foi feito a leitura da pauta do dia. Essa é a com a apresentação de projetos e requerimentos importantes para o município, com autorias dos Vereadores e do Poder Executivo. Bruno Vitor, Presidente da Casa, iniciou comentando sobre a luta e defesa do povo. Defendeu a cantina municipal que serve a merenda escolar e que dispõe de uma das melhores nutricionistas da região. Comentou também sobre a segurança pública e a visita feita ao Capitão Medeiros, comandante da 91ª Cia Independente de Polícia Militar de Capim Grosso.

 

O Vereador Nem da Pastoral, na sessão da última segunda-feira (05), agradeceu ao Presidente da Casa Bruno Vitor pela escolha do nome do senhor João Lima Araújo como homenageado da Praça do Bairro Novo Horizonte e que todos os vereadores estão apoiando o projeto. Disse que está triste com o que vem acontecendo na área da segurança, “quem tem filhos e netos de até seis anos, fica triste em ver tanta violência, uma cidade pacata e com tantos crimes”, alertou. “Pedimos as autoridades que tomem providencias, o comandante tem vontade de trabalhar e é sensato, porém, pode ter mil policias, se o cara quer matar ele faz o trabalho e pronto, mas a gente pede as rondas, principalmente nos fundos de ruas, precisamos andar com mais liberdade, as mulheres têm medo até de fazer uma caminhada, tem 100 policias para várias cidades no Disep, mas, infelizmente não mudou nada, a violência continua forte, os bandidos a gente ver como é que age, ninguém sabe quem matou, nesse último caso já se tem um suspeito de quem matou o rapaz e atingiu a criança, mas a prevenção é importante”, comentou. Falou sobre o 08 de março, Dia Internacional das Mulheres, “precisamos aplaudir, o evento será no dia 10, organizado por Zezé”, concluiu.

 

O Vereador Antônio Martinho, na sessão desta segunda-feira (05), refletiu sobre o Dia Internacional das Mulheres, pelo sacrifício de muitas, lutando pela vida, os direitos que ainda hoje no século XXI, vemos a discriminação social entre homem e mulher. “Precisamos ir às ruas e discutir reuniões, pois não existe o direito a mais pelo gênero”, falou. “O sindicato vem lutado para fortalecer os direitos dos camponeses, negados a centenas de anos, o salário maternidade é um desses, um auxílio para diminuir as dificuldades econômicas”, relatou. Pediu requerimento verbal para recuperação das estradas vicinais do Mucambo com início nas Pegadas e finaliza no Lagedinho e o tráfego tem dificuldade em especial o transporte escolar, “o melhor transporte escolar é o que está na fazenda Lagedinho, e fico preocupado, como posso ajudar o melhor transporte trafegando na pior estrada, material tem perto e está à disposição da gestão”, indicou. Cobrou também melhoramentos na estrada de Tigre. Para a Secretaria de Agricultura contribuir com o bem estar. Comentou dobre a rede de água da comunidade de Lagedo, e as pessoas já iniciam a ida a Embasa para solicitar. “Em 2007 eu conheci o primeiro requerimento protocolado na Serb e se outras pessoas não entrassem na luta poderia demorar bem mais, o ex Vereador Antônio de Brás tem contribuído, protocolando esses pedidos e o Governo Ruy Costa de forma tímida, mas diferente dos outro que nada fizeram, as comunidades de Várzea Suja e Getirana, estão recebendo água encanada”, informou. Destacou a luta do MPA por esses projetos. Também comentou sobre a família que foi violentada e torce pela recuperação da criança. “Não posso direcionar a culpa da violência ao político e segurança pública e isso é culpa da sociedade, CNBB enfatizou esse ano, o tema terrível que agride dia a pós dia as nossas famílias e precisamos nos organizar para diminuir a incidência e combater”, concluiu.

 

O Vereador Lucas Maciel comentou na sessão de segunda-feira, 05, que essa semana é de muito trabalho e dando continuidade aos projetos, informando que saiu junto a Samoel Moto Taxi e Jó Queiros, na noite de terça-feira, 27 de fevereiro, fiscalizando pontos de iluminação pública e ouvindo as reclamações, quarta-feira, 28 de fevereiro, foi a vez das estradas vicinais, e quinta feira, 29, no Gabinete do Deputado Estadual Alex da Piatã, pedindo implementos agrícolas, além de visitarem também a Casa de Apoio para pessoas que vão fazer tratamento e exames em Salvador, o local recebe quatro mil reais por mês, “e olhamos se o serviço é de qualidade, o transporte feito adequado, boa alimentação, aparentemente tudo bem, agora é ouvir a população se está satisfeita”, relatou. Pediram melhoramento da BR que vai para Jacobina, pois são carros quebrando, e a cidade inda precisa de Jacobina, apesar dos avanços, de Caixa e Disep, e que os órgãos responsáveis possam adiantar. “Olhando os pronunciamento dos colegas vereadores, houve uma polemica sobre a merenda escolar, e ofereceram gelatina, a nutricionista só faz o cardápio do que a prefeita e o secretario pede pra fazer, o povo não está gostando de gelatina na escola, que a prefeita possa ouvir o reclame e retirar”, reclamou. “Prefeito e secretario tem que saber que precisa trabalhar incansavelmente”, cobrou. “É bom falar sobre segurança, há quem diga que é dever do Estado, mas é um problema que a população tem que ajudar, prova disso são as denúncias anônimas, a própria população ajuda, a polícia militar em cinco dias prendeu dois suspeitos de assassinato, o problema da segurança pública acontece no Brasil e no mundo”, concluiu.

 

O parlamentar municipal, Gilberto Alves, iniciou sua fala na sessão da última segunda-feira, 05, agradecendo a gestão municipal por estar olhando para a população, e esteve na Secretaria de Obras que vai iniciar a instalação de braços de lâmpadas na Rua que vai para o Pereira, no povoado do Peixe. Parabenizou os diretores da escola da comunidade que vem fazendo um trabalho brilhante junto aos alunos, incluindo a volta da Famup, que terá agora alunos à frente. Informou que foi aprovado o requerimento em gestão passada para a Praça da comunidade de Melancias, esteve com a prefeita que garantiu concluir a obra, com um parque infantil. Também agradeceu aos secretários de transporte e saúde uma luta árdua, com pacientes agendado em Salvador e a preocupação do secretário não deixa as pessoas sem atendimento. Comentou sobre a fatalidade com a criança que estava indo para a igreja, um desespero na noite, mas a população está orando e vai da tudo certo. Explicou que a preocupação é grande pela zona rural, e agradeceu apoio do Deputado Federal Daniel Almeida com emenda de quase quinhentos mil reais para extensão de rede de água em Várzea Suja, uma luta do vereador Gilberto com o presidente do partido Antônio de Brás e Gôdo do Sindicato.

 

O edil Jó Queiros, comentou na sessão da última segunda-feira, 05, sobre a Casa de Apoio em Salvador, informando que não dá para saber sobre o atendimento, e o povo que utiliza o dia a dia é quem tem que falar, “nos atenderam muito bem”. A prefeitura fez uma reforma no Posto de Saúde do Estado, deu uma chuva e não foi chuva de vento e parte do forro molhou, estou fazendo um levantamento na obra, pois o telhado vai ter que refazer, se Capim Grosso fosse um lugar chuvoso?”, interrogou. “Quero explicação porque a prefeitura não concedeu reajuste aos funcionários da prefeitura, e os Agentes de Saúde têm seus direitos e a prefeitura não está cumprindo, tem reunião e não resolve nada, dinheiro em caixa acredito que tenha, e porque não sai?”, perguntou. Até quando isso vai durar? “Os funcionários precisam de seus direitos garantidos por Lei”, finalizou.

 

O vereador Jefferson Ferreira, lembrou na sessão de segunda-feira, 05, sobre o Dia Internacional da Mulher, uma luta pelos diretos iguais e justiça e o tema é, “O Tempo é Agora”, “e realmente o tempo é agora para brigarmos mais uma vez pelos direitos das mulheres”, continuou. “Fico feliz porque estou fazendo o papel de fiscalizador e recebi parabéns pelo início da padronização da feira-livre, em abril conseguimos 28 barracas e avaliando a possibilidade de melhorar, o Bruno e eu fizemos requerimento para a prefeitura adquirir mais barracas e padronizar e a feira está engatinhando e vamos deixá-la bem organizada”, adiantou. “Em relação ao que nos traz aqui hoje, indicações e requerimentos, considerando uma praça e uma pavimentação que está sendo feito Água Nova , com devolução desta Casa, com parceria do Poder Municipal, também a prefeita está fazendo uma praça em Pedras Altas, outra no Vicente Ferreira que está ficando muito bonita e que fizesse praça também em Melancias e não tenho vaidade em dizer que é requerimento em gestão anterior, fica o apoio ao vereador Gilberto, para tentar levar qualidade de vida para a população”, completou. Parabenizou a Secretaria de educação com compromisso para as reformas das escolas e segundo informação, Lajedo, Junquinho, Rio do Peixe, Edvaldo Boaventura, Água Nova, Povoado do Peixe concluíram as reformas e o Francisco Machado recebeu ampliação. “A escola do Camboeiro, com requerimento do Presidente da Casa e de acordo aos acompanhamentos a licitação ocorre na quarta-feira, 06”, informou. Disse ainda que esteve na comunidade de Sete Porcos em Várzea do Mel e a escola também precisa de reforma, “para que possamos juntos à Secretaria de Educação levar qualidade de vida aos alunos”, cobrou. “Um Projeto de Lei de nosso mandato que dispõe sobre obra pública proposta representativa a comunidade, por no mínimo 60 % dos imóveis a serem beneficiados, já existe mais não está preconizada em lei, e essas melhorias devem atender ao desenvolvimento urbano ordenado e a parceria da comunidade com o município, observando os critérios do PDDU, o projeto está nas comissões e conseguiremos levar à frente, com o apoio de todos e legalizar a questão”. Sobre as obras de abastecimento de água informou que são várias solicitações, uma força que unidos conseguem transpor algumas barreiras com o apoio do Governo do Estado e mandatos dos deputados, mais uma emenda do Deputado Federal, Daniel Almeida, destinada a abastecimento de água, um trabalho vinculado com as comunidades rurais, para levar água tratada para as torneiras dessas residências e assim desenvolver a cidade de o estado.

 

Vereador Jamber Dantas se sensibilizou na sessão desta segunda-feira, 05, com o fato que deixou a sociedade triste e indignada perdendo mais uma vez para violência, lamentando pelo falecimento do jovem consternada com o fato acontecido com a criança Janekelly, “e que isso não nos remete a outra coisa a não ser dar a cara a bater, quando ouve críticas e quando elas vem da imprensa no tocante a segurança pública, perguntas fervorosas nos meios de comunicação, se perguntam cadê as autoridades”, disse. “Devemos parabenizar as policias militar e civil que vem realizando o excelente trabalho, em menos de 24 horas os possíveis acusados foram detidos, e esse tipo de trabalho que queremos de forma abrangente em todo país, e porque não voltarmos a Salvador mais especial a Secretaria de Segurança do Estado, onde essa Casa foi pedir socorro, ano passado fomos recebidos pelo Secretário Mauricio Barbosa e o Sub Ari Peixoto, que garantiram reforço e especial um delegado plantonista e até hoje não aconteceu, e simplesmente me deparei com uma ótima notícia onde o delegado, Dr. Rogerio, acaba de ser intitulado de plantonista em Itapiramutá, chamo atenção da Secretaria de Segurança que se dê também para Capim Grosso”, cobrou. “Há anos nós clamamos por isso, façamos o seguinte, quando nos depararmos com chamados nas rádios, cadê as autoridades? peço que convoque aos colegas para irmos mais uma vez a Salvador”, convocou. Informou ao Distrito de Pedras Altas, pois acompanhou o engenheiro Dr. André Barreto, para que o projeto de sua autoria que foi encaminhado ao Executivo para amparar e dar melhorias na condição de trabalho a atividade cultural a os lavadores de carro do local, e que vive dessa atividade, possa receber as melhorias e que a economia seja mais forte. Sobre a merenda escolar que as críticas foram feitas e buscou informações e foi oferecida não como a merenda principal, “as pessoas que criticaram que está sendo feito de pão e suco, as nutricionistas muito capacitadas aprovam a opção de leite no tocante ao nutrientes e o suco natural, e quando estudei em rede pública com orgulho, merendei muito pão de leite e suco natural, a gelatina se não tiver os nutrientes que possa ser retirada do cardápio”, indicou. Saudou a família da jovem Kelly, que passar por momentos difíceis após fatalidade, do último fim de semana.

 

O Vereador Nanal Vilas Boas, comentou na sessão da última segunda-feira, 05, que mais um episódio ocorreu no final de semana de Capim Grosso, e causou vítima uma inocente, de quem jamais poderia ter em seu pouco tempo de vida culpabilidade nos fatos. “A violência é no Brasil, nos clássicos houve também assassinatos, Santos x Corinthians, Cruzeiro e Atlético, a violência é uma equação social e que os Governos precisam encarar como um câncer da sociedade”, relatou. “O Projeto 178 que cria o Fundo Municipal de Cultura teve o parecer favorável e espero que não seja apenas um fundo municipal com intuito de chegar dinheiro, a preocupação é o destino e que dê liberdade ao Diretor de Cultura, administrar o recurso acompanhado pelo Conselho Municipal de Cultura, quem tem que ter prioridade de gerir o recurso é a pessoa da área e não a pessoa que não tem a sensibilidade com a cultura ou esporte, não tem sensibilidade nas suas funções, não pode dizer onde e como precisam ser investidos”, continuou. “Fiz um requerimento e espero que não seja mal interpretado pela população, mas que olhe com os olhos economicamente falando e turisticamente falando, Dia Municipal do Moto Rock, é crescente em todo o Brasil e Capim Grosso na sua geográfica e estrutura de vocação somos aqui pela população proporcional de maior movimento de motocicletas e não existe nada que combine mais que motoqueiro e rock, é o que mais atrai investimento externo de outras cidades, perdendo apenas para o São João e a minha proposição é manter a tradição de mais de 10 anos o segundo sábado do mês de março, trabalho esse evoluído por Zezé”, explicou. “Outro requerimento é pela concessão do uso das muradas escolares e públicas do município, nossa metodologia anda arcaica no país e não pode pensar escola como espaço apenas para ler e escrever, é preciso evoluir o conceito de cidadão, e para passar mensagens visuais à população por meio de grafiteiros, não vamos confundir arte com pichar”, esclareceu. “É preciso falar da gestão, as reclamações que começaram o ano passado continuam, porque o Poder Público pouco fez, como por exemplo o reparo nas buraqueiras de calçamentos, isto é lamentável, pequenos reparos que passam mais de um ano e populares jogam terra para amenizar, os quebra-molas, estradas vicinais , como por exemplo a região de Santa Rita e Várzea Suja, e estamos apelando para que a máquina passe no Bairro da Seriema e outras pequenas observações que fazem diferença quando são resolvidos, pulamos de 1.4 de FPM para 1.6, como também recursos oriundos de taxas tributarias e é preciso que a população tenha conhecimento e falta priorizar os recursos, cada um na sua área”, cobrou. Parabenizou as mulheres presentes na Semana Internacional das Mulheres.

 

 

Fonte: ASCOM Câmara Municipal de Capim Grosso

Deixe um comentário