Populares reclamam da falta de médico em posto de saúde do Bairro Oliveira em Capim Grosso

Na manhã desta terça-feira, 20, moradores do Bairro Oliveira entraram em contato com o FR Notícias e relataram que o posto de saúde do bairro está sem atendimento médico. De acordo com o informado, há dez dias as consultas médicas estão suspensas por não ter profissional no local, e também o posto se encontra sem enfermeiro que é o necessário para o atendimento básico em uma UBS, situação que está causando transtorno no bairro, onde idosos e grávidas ficam sem o seu devido atendimento.

Um morador do bairro que preferiu não se identificar conta que várias pessoas que dependem do serviço da unidade de saúde estão indignadas com a situação. “É um desrespeito com a população, há dias está assim e muitos como eu precisam que funcione corretamente, as famílias não podem ficar sem esse direito, achamos um descaso”, declarou.

Segundo moradores os profissionais da unidade informaram que não há previsão para a substituição do profissional que deixou a UBS, e por isso não sabem quando o atendimento será normalizado.

O FR Notícias esteve no Posto do Estado para ter um posicionamento a respeito da reclamação e foi confirmada a ausência de médico, assim como a previsão de regularização do atendimento que de acordo com os funcionários da unidade será a partir de setembro. Não havendo uma data precisa.

Diante da afirmativa, o FR Notícias entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Capim Grosso em busca de mais informações sobre o fato. Em resposta, por meio da assessoria a Secretária de Saúde Aitan Guimarães informou que já está fazendo contato para contratação de um novo profissional. 

Ainda de acordo com Aitan Guimarães, a médica do Posto do Estado Dra. Denise pediu exoneração por motivos pessoais. “Sendo assim, estamos com 90% de cobertura”. Destacou a Secretária de Saúde.

Em relação à quando a situação será normalizada o FR Notícias não obteve a data precisa da secretária, a mesma finalizou informando que ainda estão à procura do profissional.

 

 

Redação FR Notícias