Feira: Contra aumento da gasolina, vereador comparece a sessão montado a cavalo

Na manhã da última segunda-feira, 14, muitos curiosos se juntaram para ver a chegada do vereador Edvaldo Lima (PP) à Câmara Municipal de Vereadores. O político chegou à sessão, montado a cavalo, em protesto contra o aumento da gasolina, que chega a custa R$ 4,57 em alguns postos de Feira de Santana.

Segundo o vereador, ele pegou o cavalo emprestado de um amigo e disse que, em breve, pretende comprar seu próprio animal, porque seria “mais barato” que abastecer o veículo para ir trabalhar. O edil saiu da sua residência, no bairro Tomba, passou pela rotatória do Colégio Ana Brandoa, com direção à Papa João XVIII. Em seguida, pegou a Rua Senador Quintino, até chegar à JJ Seabra, em frente à Casa Legislativa.

“Como eu não tenho cavalo, eu não posso vir todos os dias, porque eu não posso abusar do meu amigo que me emprestou o cavalo. Mas, pretendo sim, se Deus assim permitir, buscar um meio de comprar pelo menos um cavalo pangaré, pra vir de cavalo, porque o percurso foi muito satisfatório. Eu gastei 20 minutos do Tomba até aqui. Não paguei nada. Com 12 reais você compra um pacote de feno e dá comida ao cavalo por três dias. Não tem custo quase nenhum e o cavalo vai ficar na baia”, afirmou o vereador.

Edvaldo Lima declarou ainda que pretende continuar protestando contra o aumento da gasolina em Feira de Santana e acredita que sua manifestação pode motivar outras pessoas a fazerem o mesmo.

“Vocês podem levar a nível nacional, pra que as pessoas mais longínquas desse país também façam esse protesto. Na terça-feira, 15, vou ver com que tipo de transporte vou chegar. Posso vir de pé, de bicicleta ou com o próprio veículo, que está muito caro, e vou buscar outras alternativas”, garantiu.

Após o fim do protesto, Edvaldo Lima disse que iria devolver o cavalo ao amigo que o emprestou e o acompanhou até a câmara de vereadores, para que levasse o animal de volta à baia.

 

 

Fonte: Acorda Cidade / Foto: Danilo Freitas

Deixe um comentário