Prefeitura de Quixabeira derruba árvores de praça e moradores reclamam de crime ambiental

O início da obra de revitalização da Praça Manoel Sebastião Rodrigues de Quixabeira, gerou muita polémica entre os moradores, principalmente por conta da derrubada de árvores que tinham décadas de existência naquele local.

Alguns moradores chamaram a ação de crime ambiental, dizendo não entender como em pleno século XXI, quando toda a humanidade está preocupada com o meio ambiente a prefeitura de Quixabeira ir na contramão, derrubando árvores históricas da praça.

 A população reclama que a revitalização da praça poderia ser feita sem precisar derrubar as árvores, que é preciso preservar o meio ambiente, ainda mais ao se levar em conta o clima da região.

A oposição de Quixabeira se posicionou contraria a ação através do vereador Ramon Novaes com a seguinte nota.  “Cumprindo nosso papel de legisladores, nós, Vereadores (as) da oposição encaminhamos ao Ministério Público uma ação contra a derrubada indiscriminada das árvores em nossa cidade.

A obra merece o reconhecimento de todos nós, porém, precisa levar em consideração o meio ambiente.

Na ação, entre outras coisas pedimos que a administração que pare a derrubada das árvores imediatamente e cobra a assinatura de um TAC para a reposição das que já foram derrubadas.

Fizemos a nossa parte, e aguardamos que o MP julgue procedente esse pedido que não é só nosso, mais de uma boa parcela da população”. Ramon Novaes.

O FR Notícias tentou entrar em contato com o Prefeito Reginaldo Sampaio, mas até o momento de fechamento da matéria não obteve resposta sobre o assunto.

Redação: FR Notícias