Ipirá: Grupo explode 2 agências, atira contra sede da PM e faz moradores de reféns

Em uma madrugada de terror, as agências bancárias Bradesco e Banco do Brasil foram explodidas nas primeiras horas da última sexta-feira, 04, em Ipirá, na Bacia do Jacuípe.

A quadrilha, com cerca de 20 homens, atirou contra a sede da 98ª Companhia Independente de Polícia Militar [CIPM] como forma de evitar uma reação policial. Ainda na frente local, situado no bairro Flor da Chapada, o grupo ateou fogo em um carro. Depois, os acusados rumaram para a Praça Roberto Cintra onde detonaram as duas agências.

Segundo a Delegacia Territorial, a ação, que durou cerca de 40 minutos, ocorreu por volta das 02:00hs. Pacientes que estavam em um ônibus, estacionado perto das agências, e viajariam para tratamento de saúde, foram tomados como reféns.

De acordo com a 98ª CIPM, eles foram libertados na fuga dos bandidos na altura do povoado do São Roque. Moradores relataram ter ouvido vários tiros. Durante a ação, saídas das cidades foram bloqueadas. Até o momento, não há relato de feridos nem do paradeiro da quadrilha. Também não foi informado se o grupo conseguiu levar alguma soma. 

 

 

Fonte: Bahia Notícias/ Francis Juliano